CONVIDADOS

1o dia

Terça-feira 15/09

COMERCIALIZAÇÃO DE FORMATOS/NOVOS FORMATOS EM AUDIOVISUAL

 

Beto Gauss

Graduado em publicidade e propaganda e pós graduado em produção executiva de cinema e televisão pela FGV, Beto Gauss é sócio e produtor da Prodigo Films. Trabalha com cinema e televisão desde 2003. Produziu e lançou no cinema, filmes premiados como; “A Hora e a Vez de Augusto Matraga”, cinco vezes premiada no Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro, e “O Roubo da Taça”, Prêmio do Público de Melhor Filme no SXSW 2016 e “Sueño Florianopolis” Prêmio Especial do Júri do Festival Karlovy Vary. Para a televisão, produziu várias séries documentais e ficcionais; “Oscar Freire 279” para Multishow; “fdp” para HBO (vencedor do prêmio APCA 2012), “Copa Hotel” para GNT; “Passionais” no +Globosat; “Até Que a Morte nos Separe” para A&E, “Outros Tempos - Velhos” e “Outros Tempos - Jovens”, para HBO. Em 2020, estreou a 2ª temporada da aclamada série original para NETFLIX, "Coisa Mais Linda” e está em pós-produção de "Cidade Invisível", sua segunda serie original para NETFLIX criada por consagrado diretor, Carlos Saldanha.

 

Marianna Souza

Presidente da APRO, Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais, Gerente Executiva do projeto internacional FilmBrazil e embaixadora da Plataforma FreeTheWork no Brasil, Marianna Souza atua na linha de frente na formatação de parcerias estratégicas que fomentam o mercado audiovisual brasileiro. É formada em Relações Internacionais e tem mestrado em Gestão de Negócios de Entretenimento pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Começou sua carreira na Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), onde atuou na equipe responsável pela gestão de projetos relacionados à economia criativa, promovendo negócios entre empresas brasileiras e internacionais em diversos segmentos culturais.

 

 

 Profa. Dra. Mônica Nunes (USP)

 É professora da Universidade de São Paulo na Escola de Comunicações e Artes. Jornalista formada pelo Centro Universitário do Triângulo (2000), mestre (2003) e doutora em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (2007). Realizou estágio de doutorado na Universidad Complutense de Madrid (2005). Tem experiência na área de Comunicação atuando, principalmente, nos seguintes temas: jornalismo audiovisual (telejornalismo), jornalismo impresso, jornalismo cultural, produção cultural, mercado editorial, entre outros.Participa de grupos de pesquisa nos seguintes temas: televisão, livros e outras mídias. Possui experiência no mercado de comunicação, no seguimento audiovisual (produção de material jornalístico, documentários, institucionais, entre outros). 

 

 

2o dia

Quarta-feira 16/09

NOVAS JANELAS DE EXIBIÇÃO PARA O CINEMA GOIANO

Daniel Calil

Roteirista, diretor e produtor, Daniel Calil é sócio da Pira Filmes, produtora audiovisual goiana criada em 2013. Escreveu e dirigiu o curta “E o Galo Cantou”, exibido em importantes festivais brasileiros e finalista no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro de 2017. Escreveu e dirigiu também o telefilme “Felipa e o Foguete“, em co-produção com a Globo Filmes e exibido em mais de 80 países. Tem diversos projetos voltados para cinema e televisão em desenvolvimento. Em 2020 lançou seu primeiro longa-metragem como produtor e roteirista, o “Atrás da Sombra” licenciado para Telecine e Canal Brasil, presente em diversas plataformas digitais. “Havia Cinzas Dentro de Mim”, “Espécie”, “Mais Uma Vez” e “Julho” são outros curtas que escreveu e dirigiu.

 

 

Thiago Camargo

Formado em rádio e TV pela Universidade Federal de Goiás. Sócio da produtora Mandra Filmes onde é desenhista de som e trilha sonora musical desde 2004. Como diretor fez o longa documentário Ely Camargo água da fonte e do longa Live action Atrás da Sombra.

 

 

3o dia

Quinta-feira 17/09

AUDIOVISUAL EM TEMPOS DE CRISE: EXPERIÊNCIAS DO CINEMA NEGRO

 

Eduardo Rosario

Diretor, Ator e Roteirista em constante aprendizado e capacitação. Integrante de produções cinematográficas reconhecidas em diversos festivais e eventos de cinema no Brasil e exterior. Através de um contínuo trabalho prático e teórico, segue se aprofundando no cinema e audiovisual, fazendo disso uma experiência profissional e pessoal definitiva. Desde 2017 é diretor da produtora Filmes Canhotos, na cidade de Anápolis-Go, onde desenvolve ações formativas e de produção audiovisual.

 

Flória Egégia 
é brasiliense e integrante do Estúdio Cajuína. É co-diretora do documentário Me Farei Ouvir, em desenvolvimento, e também assinou os documentário “inESPAÇO” (2013) e "Das Raízes às Pontas" (2015), vencedor do prêmio de Melhor Curta - Júri Popular no 49˚ Festival de Brasília do Cinema Brasileiro - Mostra Troféu Legislativo. Em 2017 recebeu, junto ao Estúdio Cajuína, o Prêmio do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal no eixo Culturas Afro-brasileiras. Atuando como diretora de arte foi premiada com a ficção "O Menino Leão e a Menina Coruja" (2017), selecionado para o 50˚ Festival de Brasília de Cinema Brasileiro, FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil, Festival de Cinema de Triunfo e na Mostra Cine Infantil. Em sua trajetória atuou em projetos que contemplam a temática de raça, gênero e política.

 

4o dia

Sexta-feira 18/09

PROTOCOLOS DE PRODUÇÃO AUDIOVISUAL PÓS-PANDEMIA

Caio César Loures
 
Diretor-adjunto de Operações e Tecnologia do Núcleo de Rádio e TV da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Graduado em Tecnologias da Gravação e Produção Fonográfica pela Universidade Estácio de Sá, pós-graduando no MBA em TV Digital, Radiodifusão e Novas Mídias de Comunicação Eletrônica pela Universidade Federal Fluminense. Atua desde 2006 em captação de som e edição de áudio para cinema e audiovisual, produção fonográfica, teatro e artes visuais. É, ainda, membro efetivo do Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre. Desenvolve pesquisa em captação de som para a realidade virtual, difusão sonora imersiva e interativa.
Dentre os trabalhos para o audiovisual, estão a captação de som direto da série Nós Por Elas, com direção de Solveig Nordlund para a RTP2 - Rádio e Televisão de Portugal, o documentário L'orgue de Rio, com direção de Marika Julien para a KTO - Télévision Catholique, os filmes de ficção Pé Sem Chão, de Sérgio Ricardo e Noite de Cristais, de Carlos Vereza, as campanhas publicitárias Coletivo Coca Cola, e Petrobrás - O Legado. Prêmio de Melhor Concepção Sonora no Festival de Vitória 2015 por À Festa, À Guerra de Humberto Carrão Sinoti.
 

Otavio Chamorro

Roteirista e diretor, com programas exibidos na CNN, Canal Futura e Terra Viva. Em 2020, lançou a 4ª temporada do reality show Arte na Fotografia, do Arte 1. É um dos vencedores do 3º NetLabTv, com a série Call Center. Exibiu seus quatro curtas-metragens em mais de cem festivais internacionais, tendo recebido prêmios de Melhor Roteiro e Direção, além do Filme Mais Polêmico no QueerSicht 2013. É sócio da Apoteótica Cinematográfica, produtora especializada em conteúdo LGBTQ+.

 

 

 WORKSHOP

Vitor Jesus

Produtor musical, engenheiro de áudio, designer de som, consultor e educador. Começou a produzir música eletrônica em 1999, produzindo gêneros como drum and bass, house, Techno e breakbeat. Produziu trilhas para rádio, televisão e artistas de hip hop. Trabalha com o Ableton Live desde 2004, e é um dos poucos professores certificados pela Ableton no mundo. Ensina produção a mais de 13 anos, e  formou mais de 1100 alunos em seus cursos presenciais. É apaixonado pela música e pela possibilidade de ensinar as pessoas, dando-lhes o poder de produzir sua própria música.
É CEO e professor da Music Lab, uma das principais escolas de produção musical e audio do Brasil  em Goiânia, onde ensina desde os conceitos básicos sobre produção de música eletrônica, com foco principalmente nos fundamentos e no processo criativo, até os conceitos mais avançados, visando o amadurecimento e a simplificação do processo, tornando a produção simples e objetiva. Vitor realiza apresentações, demonstrações e workshops sobre produção musical e tecnologia musical. Entre seus parceiros estão Ableton, Novation, Focusrite, Lennard Digital, Reveal Sound e outros.

 

 OFICINA

Prof. Dr. MARCELO COSTA (UEG)

Publicitário, mestre em Cultural Visual e Doutor em Arte e Cultura Visual pela Universidade Federal de Goiás - UFG. Na Universidade Estadual de Goiás - UEG é professor do curso de Cinema e Audiovisual, coordenador do Cria Lab|UEG e das emissoras de Rádio e TV. É lider do grupo de pesquisa CRIA – Centro de Realização e Investigação Audiovisual. Pesquisa cinema e educação, produção audiovisual com celular e em plataformas multimídia